21 99909 8095

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle

©2019   TrEiNoPeT.CãO.bR

Todos os Direitos Reservados

 
 
IMG_20181103_042442_366_editado.jpg

Eu, José Ricardo,

sou uma daquelas pessoas que tomaram para si a missão de contribuir para melhorar a relação entre cães e humanos, e dar aos peludos uma capacidade de lidar melhor com diversas situações que, para eles, acabariam sendo verdadeiros desafios do cotidiano urbano.

Para mim, a Educação Canina é fundamental para o bem-estar dos cachorros, mas também é essencial para o bem-estar de seus tutores (donos), das respectivas famílias, e das outras pessoas e animais.

Mergulhei neste universo por paixão, e venho me dedicando sem parar aos estudos e às práticas. Alguns traços da minha personalidade jogam a meu favor, tais como: minha capacidade de ouvir, observar e analisar; a facilidade que tenho de me comunicar de forma didática; minha persistência aliada à paciência; e a empatia que desenvolvo tanto em relação aos donos dos mascotes quanto com os próprios animais.

Não uso "receita de bolo" e não possuo qualquer "fórmula milagrosa". Estou comprometido com uma metodologia moderna positiva, baseada na ciência da aprendizagem e do comportamento, que busca a eficácia com o máximo de diversão e o mínimo de estresse. A verdade é que cada cão de estimação é único, cada responsável humano idem, e cada lar e família tem suas peculiaridades. Por isso, considero todo esse contexto ambiental e social para oferecer a orientação e as técnicas mais relevantes para cada caso.

Minha inspiração vem da minha filha (hoje com 22), da minha 'neta peluda', cuja idade presumida é de 5 anos (ela era adulta quando a resgatamos da rua), e da minha primeira (e para sempre) professora de adestramento, que transborda conhecimento e amor pelos bichos.

Agora que você já sabe como eu me vejo, descubra o que eu penso sobre o serviço que ofereço.

Minha vida profissional pregressa decorreu na indústria farmacêutica por mais de 25 anos. Farmacêutico industrial formado na UFF, trabalhei por 10 anos como supervisor de Controle da Qualidade e por outros 10 anos como gerente de Garantia da Qualidade. Nessa segunda fase, fui responsável por Gestão de Documentos e Dados, Qualificação de Equipamentos e Validação de Processos, Ações Corretivas e Preventivas, Gestão de Reclamações de Clientes, Farmacovigilância e Medicovigilância. Atuei em auditorias corporativas de Boas Práticas de Fabricação e de Sistemas da Qualidade no modelo ISO 9001 em instalações de fabricação no Brasil, na Argentina, no Chile e no Peru. Acompanhei auditores da ANVISA em inspeções extra-zona de instalações de fabricação na Alemanha, na Suíça e nos EUA.

 

O QUE EU FAÇO

Adestramento | Educação | Obediência | Comportamento

O processo de treinamento de cães melhora a comunicação entre o tutor (responsável/ guardião/ dono) e seu cão. Quando o peludo se torna capaz de compreender o que seu dono espera dele, cachorro e humano passam a experimentar uma relação muito mais prazerosa, com menores chances de frustrações e estresse, e o vínculo afetivo e de confiança entre os dois se fortalece.

Bons comportamentos fluem de uma relação saudável

baseada em confiança.

É claro que o humano também precisa aprender a interpretar o que seu cachorro "diz" (linguagem corporal canina), assim como descobrir maneiras de se comunicar com seu cão de modo que ele possa compreender. Alguns autores dizem (e eu concordo) que nós, humanos, precisamos aprender o "Cachorrês". A boa notícia é que eu estou aqui para te ajudar nisso.

Eu recomendo que, desde muito cedo, seja iniciado um programa estruturado de Educação Canina, cujo objetivo é dar ao cão as melhores oportunidades para que ele se torne um indivíduo seguro, equilibrado e feliz, além de reduzir bastante a probabilidade de aparecerem comportamentos indesejáveis no futuro. Dentre os inúmeros benefícios, o trabalho iniciado cedo pode prevenir o aparecimento de problemas que poderiam se desenvolver ao longo do tempo, como insegurança, ansiedade, medo, reatividade ou agressividade, 'desobediência', alta excitabilidade, destruição de objetos, latidos excessivos, micção em locais inadequados etc..

Contudo, quando seguir a recomendação acima não for mais uma opção, ainda há muita coisa que podemos fazer. É por isso que digo que o melhor dia para iniciar o treinamento do seu cãozinho (ou cachorrão) é HOJE, sempre. E, se ele já tiver desenvolvido algum hábito indesejável, existem estratégias de treinamento que podemos utilizar para eliminar ou suavizar problemas de comportamento existentes.

 

Eu utilizo uma abordagem científica que, além de moderna, positiva e eficaz, é prática e divertida, tanto para os alunos caninos quanto para os aprendizes humanos. Por meio de uma comunicação eficaz e dos chamados reforços positivos, os comportamentos desejáveis do animal são claramente sinalizados e incentivados. Assim, o animal fica motivado, o aprendizado acontece, e ele adquire bons hábitos.

Os treinos de obediência, por exemplo, começam num ambiente tranquilo, sem distrações e no qual o animal se sinta confortável (em geral, um local silencioso da casa onde ele mora). O início precisa ser facilitado para que o cão tenha (quase) sempre êxito e, assim, seja recompensado e passe a gostar da 'brincadeira'. Gradualmente, o cão vai sendo levado a situações cada vez mais desafiadoras, mas no ritmo dele, para que ele continue (quase) sempre acertando e não perca a motivação pelo 'jogo'.

Durantes os treinos, não há castigo físico nem psicológico. E é claro que, fora dos treinos, o procedimento a ser seguido pelos humanos da família deve ser o mesmo. Aliás, as chamadas punições são quase sempre ineficazes e deterioram a confiança do cão em relação ao humano, ou seja, é tudo o que nós não queremos.

Meu trabalho inclui (talvez esta seja a parte principal) orientar os humanos sobre como eles devem se comunicar com seus mascotes quando o adestrador não estiver lá (que é a maior parte do tempo). Um treino estruturado usa uma estratégia para que determinado objetivo seja eficientemente alcançado. Entretanto, o processo mental que resulta em aprendizagem acontece sempre que seu cão interage com alguém, alguma coisa ou alguma situação. A partir das primeiras aulas, você vai começar a enxergar com outros olhos todas as interações cotidianas e a deduzir se o que o cão vai aprender com aquilo é bom ou ruim. Aí, você vai começar a se portar de um modo mais adequado a cada situação e poderá evitar que certas situações aconteçam até que nós possamos trabalhar nelas com o cão.

Então, se você vai ter ou já tem um cachorro em casa, seja ele filhote ou adulto, com ou sem problema de comportamento, não deixe de entrar em contato comigo, porque eu sei que posso ajudar vocês a terem uma relação saudável, prazerosa e duradora.

Se você quiser saber mais sobre como eu trabalho, leia minhas respostas às perguntas que as pessoas me fazem com frequência.

 
 

CERTIFICADOS